Como simular aposentadoria pelo Meu INSS?

|

Como simular aposentadoria pelo Meu INSS?

simular aposentadoria pelo Meu INSS

Não sabe como simular a aposentadoria pelo Meu INSS? A simulação do benefício é muito simples e rápida, pois você mesmo pode fazer isso sem precisar ir até uma agência do INSS.

Mas, como isso é possível? Para saber o tempo que falta ou se você já tem direito a aposentadoria, basta apenas simular o benefício no site ou aplicativo do Meu INSS.

Com essa ferramenta os trabalhadores podem tanto simular a aposentadoria como também dar entrada no benefício sem precisar sair de casa.

Além disso, a plataforma também oferece diversos serviços sociais aos trabalhadores e para ter acesso a tudo isso você precisa apenas se cadastrar.

Nesse post você vai entender como ele funciona e como simular a aposentadoria.

O que é o Meu INSS?

aposentadoria meu inss

O Meu INSS é uma plataforma criada pela Previdência Social para facilitar a vida dos trabalhadores que estão precisando de algum serviço do INSS como, por exemplo, auxílio-doença, aposentadoria e entre outros serviços previdenciários.

fale com um advogado

Essa plataforma foi criada para diminuir as filas nas agências da Previdência Social.

Como fazer o cadastrar no Meu INSS?

Para fazer o cadastro na plataforma você precisa acessar o site meu.inss.gov.br ou baixar o aplicativo Meu INSS.

Em seguida, clique na opção “Entrar gov.br” para cadastrar a sua senha. Para fazer o cadastro você precisa passar algumas informações como:

  • Nome completo, CPF, data de nascimento,
  • Título de eleitor,
  • E entre outras informações pessoais.

Depois de se cadastrar você terá acesso aos serviços do INSS e poderá tanto simular aposentadoria como também dar entrada no pedido.

 O que é a simulação de aposentadoria?

A simulação é um cálculo automático realizado pelo aplicativo do Meu INSS para mostrar se você tem direito, ou não, de se aposentar pela Previdência Social.

Quando você acessa esse sistema ele automaticamente informa a sua idade e o tempo de contribuição para a Previdência, além de informar se você já pode se aposentar e a categoria do benefício.

A calculadora de simulação de aposentadoria foi desativada após a reforma da Previdência em novembro de 2019, mas voltou a funcionar novamente em abril de 2020.

Atualmente é possível fazer 7 tipos de simulação de aposentadoria:

  • 2 cálculos de aposentadoria por idade, incluindo a regra antiga de aposentadoria + a regra de transição.
  • 5 cálculos de aposentadoria por tempo de contribuição, incluindo a regra da antiga aposentadoria + 4 regras de transição.

É importante destacar que as informações utilizadas na simulação estão relacionadas ao seu extrato previdenciário (CNIS).

Por isso, se as informações do seu extrato estiverem incorretas a simulação não será exata.

Saiba como simular aposentadoria pelo Meu INSS

Simular aposentadoria pelo Meu INSS é muito simples e rápido, pois o que você precisa fazer é seguir o passo a passo:

  • Acessar o site meu.inss.gov.br ou usar o aplicativo meu INSS.
  • Clique em “entrar” se você já se cadastrou, ou faça o seu cadastro no site.
  • Na página inicial, clique na opção “Simular Aposentadoria”.

Agora, que você já tem acesso à simulação da sua aposentadoria, poderá perceber que no final da página você tem a opção de “baixar PDF” para salvar o documento.

No início do documento é informado a sua cidade, sexo, tempo de contribuição para Previdência.

Em seguida, o sistema mostra as informações sobre o seu direito à aposentadoria. 

Outros serviços disponíveis no Meu INSS

Além do sistema de simulação de aposentadoria o site ou aplicativo do Meu INSS oferece diversos serviços previdenciários como, por exemplo:

  • Atualizações de dados cadastrais,
  • Cadastro de pensão alimentícia,
  • Atualização de dados cadastrais do beneficiário,
  • Acesso ao extrato de imposto de renda,
  • Pedido e acompanhamento de aposentadoria,
  • E entre outros serviços.

O que fazer se as informações estiverem incorretas?

Se ao baixar o documento da simulação de aposentadoria você percebeu que algumas informações estão erradas, não precisa se preocupar.

O que você precisa fazer é apenas pedir uma atualização de dados ao sistema do INSS.

A recomendação é que essa atualização seja realizada com antecedência para não prejudicar o seu pedido de aposentadoria.

  • Para solicitar a sua atualização você precisa acessar o sistema com o seu CPF, depois procure pela opção de atualização > clique em Atualização de Dados Cadastrais > preenchida todas as informações e envie o documento.

Após o envio dos documentos o INSS vai analisar o seu pedido e dar uma resposta por e-mail.  Não há um prazo definido para essa análise.

É confiável simular aposentadoria pelo Meu INSS?

É confiável sim simular aposentadoria pelo Meu INSS, mas os especialistas recomendam que você fique muito atento às informações que são apresentadas:

  • Observe se todos os vínculos de trabalho/contribuição estão dentro dos períodos corretos e sem nenhum erro.
  • Observe se suas contribuições e salários estão corretos.
  • Observe se os seus dados pessoais estão corretos na página inicial do simulador.

Se todas essas informações estivem corretas no simulador o cálculo da aposentaria será correto.

Como dar entrada na aposentadoria pelo Meu INSS?

Se você descobriu que preencheu todos os requisitos para a aposentadoria, já pode dar entrada no benefício.

Para isso, você precisa reunir todos os documentos e pode usar o Meu INSS para solicitar o benefício. Então, siga o passo a passo:

  • Acesse o site ou aplicativo do Meu INSS,
  • Faça o login,
  • Escolha a opção de “Pedir aposentadoria”,
  • Selecione o tipo de aposentadoria (por idade, por contribuição, especial e entre outras),
  • Preencha todas as informações e envie os documentos solicitados,
  • Informe o seu endereço e o CEP,
  • Verifique se todas as informações estão corretas,
  • Por fim, clique em avançar.

Documentos necessários para solicitar a aposentadoria

Para solicitar a sua aposentaria pelo Meu INSS você precisa estar com os documentos que comprovam o seu direito de receber o benefício.

Todos eles precisam ser digitalizados para que possam ser enviados pelo aplicativo. Os documentos necessários são:

  • Documento de Identidade e CPF,
  • Carteira de trabalho com o histórico das empresas trabalhadas,
  • CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais),
  • Comprovante de endereço,
  • Requerimento por escrito,
  • Comprovante de atividade especial (se for o caso),
  • Comprovante de atividade rural (se for o caso),
  • Comprovante de trabalho no exterior (se for o caso),

Para evitar que erros aconteçam você precisa contar com ajuda especializada, então a recomendação é contratar um advogado com experiência em Previdência Social.

Tipos de aposentadorias do INSS

Se você vai dar entrada na aposentadoria é importante saber qual tipo de benefício será solicitado ao INSS. Atualmente os tipos de aposentadoria são:

1. Aposentadoria especial

 

Essa de aposentadoria é concedida aos trabalhadores que realizam atividades que colocam em risco a sua vida e saúde.

Dependendo da atividade o tempo necessário para solicitar a aposentadoria pode variar entre 15, 20 e 25 anos de contribuição.

2. Aposentadoria de pessoa com deficiência

 

Essa aposentadoria é concedida aos cidadãos que apresentam alguma deficiência, podendo ser solicita por tempo de contribuição ou por idade.

Entretanto, é importante ter completado ao menos 180 contribuições ao INSS, além de ter idade mínima de 55 anos para as mulheres e 60 anos para os homens.

3. Aposentadoria por tempo de contribuição

 

Esse tipo de aposentadoria só existe atualmente para as pessoas que ganharam o direito adquirido,  ou seja, para as pessoas que tinham direito ao benefício antes da reforma da previdência.

4. Aposentadoria rural

 

Essa aposentadoria é concedida aos trabalhadores rurais, mas é preciso ter idade mínima de: 55 anos para as mulheres e 60 anos para os homens.

5. Aposentadoria por invalidez

 

Essa aposentadoria é concedida aos trabalhadores que estão incapacitados de realizar as suas atividades, seja por causa de doenças ou de acidente de trabalho.

6. Aposentadoria por idade

 

Para conseguir essa aposentadoria você precisa estar dentro dos requisitos: idade mínima de 65 anos com 20 anos de contribuição para os homens, 61 anos e 6 meses com 15 anos de contribuição para as mulheres. 

Em quanto tempo sai o resultado da aposentadoria?

Após dar entrada na aposentadoria o INSS tem um prazo para analisar o seu pedido e dar uma resposta.  Antes o prazo era de 45 dias, mas não estava sendo cumprido e o aumentou para 90 dias.

Entretanto, devido a alguns problemas internos o prazo pode levar até mais tempo.

Porém, algumas aposentadorias ou benefícios previdenciários específicos tem o prazo reduzido:

  • Auxílio-acidente: 60 dias,
  • Auxílio-doença: 45 dias,
  • Pensão por morte: 60 dias,
  • Salário-maternidade: 30 dias,
  • Aposentadoria por invalidez: 45 dias.

É importante ressaltar que o INSS paga os valores atrasados quando o pedido de aposentadoria é aprovado.

Conclusão

Se você ainda não sabe se tem direito ao benefício é muito importante simular aposentadoria pelo Meu INSS, com essa ferramenta é possível saber o tempo de contribuição atingido, quanto tempo falta para a sua aposentadoria ou se você já tem direito a ela.

Caso já tenha direito ao benefício no próprio aplicativo você pode solicitar a aposentadoria. Mas lembre-se de escolher a categoria adequada e de apresentar os documentos que comprovam o seu direito à aposentadoria.

Além disso, leve em consideração a regra de transição que foi criada em 2019 após a reforma da previdência.

fale com um advogado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress