Quem paga meu salário enquanto aguardo perícia INSS?

|

Quem paga meu salário enquanto aguardo perícia INSS?

aguardar pericia inss

Uma das dúvidas mais comuns que existem é saber quem paga meu salário enquanto aguardo perícia INSS, não é mesmo? A resposta para essa pergunta é simples e inusitada, inclusive: você pode ter pensado nela.

Uma das coisas mais interessantes que existem é saber que o INSS tem um modo de funcionar bem diferente. Portanto, algumas situações são óbvias e parece que a Previdência Social gosta de complicar a nossa vida.

Chegou a hora e o momento de descobrir quem paga meu salário enquanto aguardo perícia INSS. Dessa forma, o texto será objetivo e responderá para você a pergunta que foi feita no começo deste texto.

Afinal, quem paga meu salário enquanto aguardo perícia INSS?

Em primeiro lugar, é indispensável que você preste atenção em que é o responsável por esse pagamento do seu salário. Nesse contexto, o próprio empregador é quem paga, a melhor opção é que você preste atenção nisso tudo.

O INSS tem o prazo de até 30 dias para responder ao pedido do trabalhador. Uma das opções mais interessantes que existem é você entender o que pode acontecer depois disso, é o tema que será abordado a partir de agora.

1- Agendamento da perícia médica

O INSS irá analisar a sua documentação e agendará uma perícia médica, como você faz ideia. Esse agendamento é automático e você não tem como escolher o dia, hora e nem nada, simplesmente acontece.

Embora exista um horário prévio e o INSS tenha que, teoricamente, respeitar, isso quase nunca acontece. Não é raro que ocorram atrasos e, assim, a melhor opção é respeitar, esperar e chegar pelo menos meia hora antes.

fale com um advogado

A perícia médica nada mais é do que uma etapa complementar e tem um peso essencial. No entanto, isso será explicado melhor a seguir e trará para você outras informações que são bem úteis sobre esse assunto.

2- Perícia Médica

A Perícia Médica é realizada por um médico e avalia a sua capacidade laboral. Da mesma forma, é onde você deve levar exames, laudos e tudo que ateste a sua incapacidade para o trabalho, pelo menos por hora.

Há muitos mitos sobre a perícia e um deles é que você precisa ir com a parte do corpo afetada a monstra, ficar nu e precisar se vitimizar para conseguir. Contudo, a realidade é que nada disso é real e você precisa ser transparente.

O que será avaliado é a sua capacidade laboral e por isso o médico pode querer apalpar, pegar e avaliar a parte do corpo afetada. A boa notícia é que esse processo é simples e é o que dirá o que será da sua vida para frente.

3- Veredicto

O veredicto nada mais é do que o resultado da perícia médica e a lei diz para sair no mesmo dia, através do aplicativo “Meu INSS”. Por outro lado, a verdade é que demora alguns dias e há casos que até semanas.

Durante esse período, ou seja, do tempo que você entrou, até o pagamento, de fato, sair, é o INSS que irá pagar o seu salário, caso você seja aprovado. Inclusive, a perícia pode trazer para você três resultados diferenciados.

Afastamento

Se o perito entender que você não tem capacidade para o trabalho, você será afastado e poderá ser por auxílio-doença ou auxílio-acidente. Quando isso acontece, o INSS entende que você tem capacidade para voltar ao trabalho.

A grande questão é que tudo depende do seu quadro e daquilo que o perito entendeu. Caso ele tenha entendido que você pode um dia voltar a trabalhar depois de 7 meses, saiba que você ficará por esse período afastado.

Depois que o tempo acabar, automaticamente será preciso realizar outra perícia e conferir se a capacidade laboral foi conseguida. Desse modo, se for positiva, você volta ao trabalho, caso contrário irá para o veredicto seguinte.

Aposentadoria por incapacidade permanente

Se a incapacidade para o trabalho for permanente, o INSS te aposenta e você não mais poderá retornar a labuta. Trata-se da antiga aposentadoria por invalidez e só mudou de nome depois da Reforma da Previdência.

O aposentado por invalidez não pode mais trabalhar e nem que seja de cunho voluntário. Caso o INSS saiba que o incapacitado permanentemente está trabalhando, pode cortar o benefício e será outra luta para conseguir de novo.

O INSS realiza anualmente a prova de vida e você precisará ir a uma unidade da Caixa. Além disso, a cada 2 anos pode ser que o INSS te chame e, assim, será necessário ir a uma unidade para ser reavaliado.

Retorno ao trabalho

Por fim, se a perícia médica entender que você está recuperado para o trabalho, você volta à sua empresa. Sim! Essa opção pode acontecer e, como já citado acima, depende daquilo que o perito entender sobre a sua situação.

Agora que você aprendeu quem paga meu salário enquanto aguardo perícia INSS e viu as etapas para obter o benefício, siga em frente. Por mais confuso que a Previdência Social seja, ainda é um órgão que pode ser útil.

fale com um advogado

1 comentário em “Quem paga meu salário enquanto aguardo perícia INSS?”

  1. Em uma situação que o funcionário foi afastado por auxílio doença temporário, o processo foi solicitado pelo aplicativo do INSS, e concedido por 60 dias, como foi realizado sem perícia presencial não é possível solicitar prorrogação deste auxílio, o que foi informado que é necessário aguardar terminar esses 60 dias de afastamento para solicitar um novo período de afastamento, que foi solicitado pelo médico que tratou a doença, a dúvida é se preciso comunicar a empresa, e devo voltar quando encerrar esses 60 primeiros dias, ou aguardar a decisão da nova perícia do INSS para ver qual a decisão?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress