Qual o valor da aposentadoria?

|

Qual o valor da aposentadoria?

Qual o valor da aposentadoria

Saber qual o valor da aposentadoria é relativamente fácil, pois a reforma da previdência deixou o cenário positivo. De maneira geral, o valor da aposentadoria corresponde a 70% do salário e é preciso somar mais 1% para cada ano completo de trabalho.

Destaca-se que o limite geral é 100% do salário de benefício, ou seja, não tem como receber, por exemplo, 102%. Portanto, a melhor opção disponível é se atentar a mais um fator e se trata da exemplificação prática.

O objetivo deste texto é te mostrar qual o valor da aposentadoria para a maioria dos casos. Dessa forma, confira mais informações a seguir e tenha os detalhes para entender como a sua situação pode melhorar ainda mais.

Qual o valor da aposentadoria para a maioria dos casos?

Como explicado acima, é preciso pegar a média de 70% do salário e somar mais 1% para cada ano completo em que você trabalhar. No entanto, como será que isso acontece na prática? Confira um exemplo a seguir:

  • Imagine uma pessoa que se chama Reginaldo;
  • Quando completou 65 anos, no dia 11/06/2019, Reginaldo atingiu 30 anos de contribuição;
  • A média dos 80% maiores salários dele resultou em R$ 2.500,00;
  • Para saber o valor da aposentadoria é preciso calcular a alíquota de 70% da doma dos anos trabalhados e fazer a multiplicação pela média de Mauro;
  • O cenário fica o seguinte: alíquota (0,70) + anos trabalhados (0,30) = 1,00;
  • Em termos práticos, fica assim: (média dos maiores 80% salários) 2.500 x 1,00= 2.500,00.

Para o exemplo acima, a realidade é que o valor da aposentadoria fica em R$ 2.500,00. Percebeu como é essencial se atentar a esses fatores na hora de fazer as contas para entender qual o valor da aposentadoria.

Exemplo de Mayara

O exemplo acima demonstrou para você como fica o cálculo sobre qual o valor da aposentadoria, porém é preciso prosseguir. Nesse caso, chegou a hora de conferir o exemplo de Mayara para entender como funciona:

  • Em 2018, Mayara completou 60 anos e atingiu os 16 anos de contribuição;
  • A sua média salarial era de R$ 3.250,00 e a mesma optou pela exclusão do fator previdenciário;
  • De acordo com a média a conta seria a seguinte 0,70 + 0,16 = 0,86, significando, respectivamente, alíquota + anos trabalhados;
  • A conta fica a seguinte: 3.250 * 0,86 = 2.795.

Essa exemplificação permite entender um pouco sobre como a conta era, contudo atualmente a situação mudou. Desse modo, o próximo tópico ajuda a entender melhor essa situação e traz mais luz para esse assunto importante.

fale com um advogado

Exemplo de Paulo depois da Reforma da Previdência

A reforma da previdência mudou esse cenário e a partir deste momento, acredite: o cálculo começa pela média de todos os seus salários a partir do mês de julho do ano de 1994.

A situação fica assim: 60% com a adição de mais 2% para cada ano de contribuição acima de 20 anos de contribuição para homens, e 15 anos de contribuição para mulheres.

Pense em um cara que se chama Roberto e completou 65 anos de idade em 2021, ou seja, após 13/11/2019, data da Reforma da Previdência. Assim, o cenário para ele é o seguinte:

  • 38 anos de contribuição com a média de contribuição de R$ 1.800,00;
  • A conta irá ficar 60% + 38% (2% x 18 anos a mais do que os 20 anos de contribuição) = 98%;
  • 98% de 1.800,00 é igual a R$1.764,00.

Imagine que ao invés de ser um homem fosse uma mulher, o que aconteceria?

Ao invés de ter que considerar os 20 anos de contribuição, seria necessário inserir os 15, a conta ficaria assim:

  • 60% + 46% (2% x 23 anos a mais do que os 20 anos de contribuição) = 106%;
  • Como a lei não paga aposentadoria a mais do que 100%, o valor de aposentadoria ficaria restrito a 100%, ou seja, R$ 1.800,00.

Agora que você entendeu qual o valor da aposentadoria de acordo com as várias situações, é necessário continuar com o texto. A segunda parte será destinada a dar dicas para deixar a conta com mais chances de ser certa.

3 dicas para acertar na hora da conta

Sabe aquele dia que você ficou em dúvidas sobre o que deve ser feito e não encontrou qualquer tipo de resposta? Desse modo, chegou a hora de se atentar a muitos fatores, a seguir três dicas para te ajudar nesta conta:

  1. Utilize o app “Meu INSS”: para começar, utilize esse aplicativo e saiba que nele estão todas as contribuições que você realizou.
  2. Na dúvida, consulte um advogado: não adianta ter pressa e por isso a melhor opção é consultar um advogado previdenciário.
  3. Tenha paciência nas contas: pouco adianta achar que as contas serão feitas de qualquer forma, ou seja, é preciso buscar auxílio profissional.

Você conferiu qual o valor da aposentadoria para a maioria dos casos e está praticamente pronto para conferir com prática o que aconteceu. Logo após, é só ter ciência dos dados e você conseguirá ter a conta mais próxima da real.

 

fale com um advogado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress